domingo, 18 de abril de 2010

PIMENTA JARIZA


Espécie: (Capsicum annuum)
Origem: Espanha.
Pungência: Leve (500 a 1000 SHU)
A Comarca de La Vera, na Espanha, é famosa pela produção de uma páprica (pimenton) defumada, considerada a melhor do mundo por alguns especialistas. A pimenta Jariza, é uma das variedades usadas tradicionalmente para confecção do “Pimenton de La Vera”, juntamente com as variedades Jaranda, Jeromín e Bola.
Trata-se de variedade muito rústica e bem adaptada ao clima da sua região de origem, do tipo mediterrâneo, de vales e montanhas, com invernos pouco frios e chuvosos, e verão tépido e seco. Essa variedade começou a ser selecionada ainda no século XVI, após as primeiras pimentas chegarem à Espanha, no Mosteiro de Yuste (Cuacos de Yuste), onde era cultivada pelos frades jerónimos.
A planta atinge 1m de altura, com hastes verdes, múltiplas e eretas, sem antocianina nodal e folhas, também verde escura, no formato lanceolado. Prefere clima ameno, com umidade do ar moderada, caso contrário, ocorre abscição de flores e frutos jovens, o que compromete a produção. O substrato deve ser leve, solto e profundo, bem drenado para evitar o excesso de umidade.
As flores, de pedicelo pendente na antese, possuem estigma exceto e corola branca, sem manchas no lóbulo das pétalas, e apresentam anteras de cor cinza.
Seus frutos assumem posição pendente, sem constrição anular na união cálice/pedicelo, embora apresente um leve enrugamento. São alongados, um tanto retorcidos, com 15 cm de comprimento por 2 cm de diâmetro, nas cores verde (imaturo) e vermelho profundo (maduro), ricos em carotenóides. Cada fruto contém em média de 90 a 110 sementes de cor creme que germinam em um período de 8 a 14 dias. A colheita se inicia de 110 a 120 dias após a germinação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário