domingo, 18 de abril de 2010

PIMENTA DOUX DES LANDES


Especie: Capsicum annuum.
Origem: França
Pungência: 0,0 SHU.
A região de Landes é uma imensa planície situada no sudoeste da França, onde há mais de um século foi selecionada essa esplêndida variedade de pimenta, desprovida de pungência, de sabor muito doce, daí seu nome Doux des Landes (doce de Landes). Não se deve confundi-la com as pimentas “Doux Long des Landes” e “Doux très Long des Landes”, que são variedades distintas.
A planta atinge o porte de 100 cm de altura por 60 cm de largura, com hastes múltiplas e eretas, sem a presença de antocianina nodal. Muito delicada, deve ser protegida de ventos fortes e, se possível, fazer o tutoramento, principalmente na época de frutificação. Seu cultivo no Brasil, onde o clima é quente e úmido, exige cuidados especiais, com inspeções constantes, por ser susceptível às nossas pragas e doenças, como ácaros e fungos. Aconselho semear em meados do inverno, para que frutifique na primavera, quando o clima é mais fresco, evitando-se assim, o calor do verão.
As flores, de pedicelo inclinado na antese, são solitárias em cada nodo e possuem corola branca leitosa, sem manchas na base dos lóbulos das pétalas. Seus filetes, também brancos, suportam anteras de cor cinza, enquanto o estigma é exceto.
Os frutos assumem posição pendente, com pele fina, lisa e brilhante, nas cores verde (imaturo) e vermelho vivo (maduro). São grandes, com formato alongado terminando em um ápice mais delgado, com 15 x 3,5 cm. Cada fruto contém de 40 a 50 sementes de cor creme, que germinam em um período de 8 a 14 dias. A colheita se inicia entre 120 e 140 dias após a semeadura.
Seu sabor intenso e adocicado, pele fina e polpa delicada, mas firme, transformaram-no em um dos ingredientes tradicionais da culinária local, onde é consumido fresco na forma de saladas ou no preparo de conservas em vinagre (picles). Fica excelente quando salteado no azeite, recheado ou usado no preparo de omeletes e ratatouille.

Nenhum comentário:

Postar um comentário